ABC Negócios

Conhecimento para lucrar

Redução de preços e a espiral da morte

Muitos negócios acreditam que reduzir preços é a melhor ação a ser tomada em épocas de crise.

Se por um lado é certo pensar que preços mais baixos tendem a atrair mais clientes, por outro lado a redução de preços pode trazer danos imensos e, às vezes, irreversíveis ao negócio. A persistência na estratégia de redução de preços leva à chamada espiral da morte. Principalmente quando você já trabalha com baixas margens de lucro.

A espiral da morte normalmente funciona da seguinte forma:

Reducao precos, espiral morte, lucrar mais

A espiral da morte

O início

  • Com problemas de fluxo de caixa, o dono do negócio faz um primeiro corte de preços na esperança de aumentar as suas vendas e conseguir dinheiro no curto prazo

A aceleração da espiral

  • As vendas realmente aumentam, o volume de dinheiro entrando no negócio também sobe. O dono do negócio fica muito feliz com o resultado e acredita que tomou a melhor decisão.
  • Para aumentar ainda mais suas vendas e acelerar a conta bancária do negócio, o empresário faz um novo corte.
  • As vendas sobem ainda mais e atingem um volume máximo naquele momento.

O fim

  • Mesmo com muito mais dinheiro entrando em caixa, o negócio não tem recursos para pagar as contas. Só agora o dono percebe que pouco dinheiro tem ficado dentro do negócio. Embora muito mais dinheiro esteja realmente passando através dele.
  • Viu que a redução de preços destruiu suas margens de lucro e o negócio começou a trocar “dinheiro por dinheiro”. Em casos mais graves, quando o empresário não conhece seus custos, o corte pode ser tão grande que o negócio passa a perder dinheiro em cada venda feita.
  • O negócio fecha as portas.
artigo reduzir precos, como lucrar mais

Cuidado ao reduzir preços

Reduzir seus preços sem uma redução correspondente nos seus custos variáveis reduz a sua margem de lucro bruta. A mecânica é muito clara. Isso significa que você terá de vender mais e, depois, muito mais. Isso para acumular os mesmos ganhos reais que você obtinha antes de cortar os seus preços.

A estratégia de preços baixos costuma a ser boa apenas para grandes negócios que conseguem operar em larga escala.

Pequenos negócios podem operar com preços baixos desde que consigam manter despesas e custos variáveis que são igualmente baixos. Caso contrário, usar o corte de preços como principal estratégia competitiva, certamente lhe trará uma dor de cabeça imensa.

 

Comente abaixo e vamos levar o assunto adiante.

Recomendados para você

Puxe uma cadeira e comente,
a casa é sua.

Receba Nossos Conteúdos Exclusivos!

O melhor conteúdo sobre negócios, direto no seu e-mail.

Não se preocupe, não lhe enviaremos spam!